Lance do Mestre ou Lances de Mestre?


A posição que segue ao lado é de uma partida jogada em Novo Hamburgo/RS válida pelo Campeonato Gaucho, na  Semifinal de 1995 com ritmo de 1 hora para 23 lances mais uma nocaute.

Clique para ampliar.

Estou de brancas e meu adversário, Eduardo Munoa, como de praxe, se apurou no controle e perdeu uma peça no lance 22. Mas usando de bom senso estratégico, “pegou o limão e transformou em limonada” segundo Anderson Stenemamm, fazendo a partida seguir rumos tortuosos e perigosos após uma sacrificio de peça por peões; onde a vantagem de peça não fazia diferença.

A posição se apresentou após 39 lances, que se fizeram extremamente precisos por parte das brancas, mas agora chegamos próximo do fim; você sabe como deverão seguir as brancas para vencer?

E lembre: AS PEÇAS VALEM PELO QUE FAZEM E NÃO PELO SIMPLES FATO DE EXISTIREM NO TABULEIRO!

Bom estudo!